A Mitologia de Teen Wolf: Lobisomem.

 Olá pessoas!

 Para quem ama Teen Wolf, ou mitologia, ou os dois, temos uma mega novidade. “A Mitologia de Teen Wolf” é o título de uma série de postagens aqui no blog que trará em questão vários assuntos relacionados a mitologia da série.

 Aqui nós falaremos de criaturas mitológicas, símbolos ou referências que encontramos na série, objetos e artefatos com propriedades especiais, ou seja, tudo o que você precisa saber. Portanto, fiquem de olho. Lembrando que as informações são com base no que a série mostra e, visto que ela ainda está em gravação, informações novas podem sair a qualquer momento.

 Só vale lembrar um detalhe. Abordaremos todo o tipo de acontecimentos na série, portanto, num mesmo post poderemos falar de fatos tanto da primeira quanto da quinta temporada. Então, se você ainda não terminou de assistir todos os episódios da série, fique atento com os spoilers. Lembrando que a decisão de ler é pessoal, e nós da equipe não aceitaremos reclamações já que estamos dando aviso prévio.

 E para começar nossa primeira postagem da série, nada melhor do que falarmos da criatura mitológica que é a grande estrela. Claro! Hoje falaremos de…

 Lobisomens!!!

 Origem da palavra

 No português, a palavra Lobisomem é derivada da junção dos vocábulos em latim: lupus + homo, cujo significado respectivamente é lobo e homem. Daí o termo homem-lobo ou, melhor dizendo, lobisomem. Em inglês, o prefixo “were” no início da palavra, indica um tipo de híbrido, ou uma mistura humana com outro animal, especificado no sufixo. No caso, werewolf, se refere a um híbrido de homem e lobo.

 Outro termo aplicado ao lobisomem que é desconhecido pela grande maioria das pessoas é: licantropo. O termo se refere a capacidade, ou maldição, caída sobre um homem que se transforma em lobo. É importante conhecer essa palavra porque licantropo, ou licantropia, nos ajudam a entender qual é a origem do lobisomem. Ambos são derivados do nome Licaão (rei mítico da mitologia grega) e é essa origem que nos ajuda a entender o início dos contos sobre a criatura.

 O mito de Licaão e a origem do Lobisomem

Licaão

Pintura retratando a punição de Licaão

 Embora se conheçam várias histórias a respeito do lobisomem, cujas versões sofrem variações segundo a cultura, folclore ou região, Teen Wolf explica a origem desse ser usando mitologia grega e celta, portanto, essas serão nossas bases aqui.

 Licaão era filho de Pelasgo, primeiro rei da Arcádia. Após abandonar a vida selvagem que tinha, se tornou um homem culto e extremamente religioso. Ao fundar sua cidade, chamada Licosura, Licaão construiu um altar para Zeus. Mas seu fanatismo religioso o levou a realizar sacrifícios humanos. Assim, todo o respeito que havia conquistado durante sua vida se perdeu. Mesmo assim, Licaão continuava com suas práticas, chegando a sacrificar todos os estrangeiros que chegavam até sua casa.

 Zeus, ao saber das práticas de Licaão, desenvolveu repulso por elas, se disfarçou de peregrino e foi até a presença do homem, hospedando-se em seu palácio. Embora Licaão estivesse disposto a sacrificar o visitante, por meio de um sinal dos deuses, foi alertado de que seu hóspedes poderia ser um dos deuses do Olimpo mas, era necessário se certificar disso. Portanto, o rei teve a ideia de servir ao hóspede a carne de um dos escravos.

 Furioso ao saber disso, Zeus puniu Licaão transformando-o em lobo e incendiando seu palácio. Além disso, Zeus ficou sabendo que os filhos de Licaão – cerca de cinquenta – eram tão cruéis quanto o pai. Então, usando a mesma artimanha, Zeus se infiltrou no palácio dos Licaônidas e, ao comprovar que os homens haviam matado o próprio irmão, Níctimo, a fim de servir suas entranhas misturadas as de animais, castigou todos da mesma forma.

 Esse mito é contado por Gerard Argent (Michael Hogan) quando Scott McCall (Tyler Posey) e Allison Argent (Crystal Reed) o visitam. Depois, o veterinário e druida Alan Deaton (Seth Gilliam) explica a relação dos lobisomens com os druidas.

 Após serem transformados em lobos, os homens não conseguiam mais voltar a sua forma humana. Porém, ouve-se um relato de que os celtas haviam descoberto uma forma para que isso acontecesse. Não era um ritual definitivo, porém, se aperfeiçoado, tais seres poderiam controlar quando estariam na forma humana ou animal.

 Dessa forma, surge também a necessidade de cada alcateia ter seu próprio emissário. Visto que os druidas são considerados sábios e pessoas entendidas em diversas áreas do conhecimento, eles se se tornam conselheiros de vários lobisomens.

 Características

 Fisicamente um lobisomem pode assumir uma forma completamente humana. Também podem se transformar parcialmente, algo muito comum na série. Isso acontece quando um deles adquire apenas algumas características sobre-humanas como: garras, presas, mudança na cor dos olhos, aparecimento de pelos instantaneamente, mudança facial e aprimoramento dos sentidos e habilidades físicas. Para aqueles que depois de um período se tornam experientes, a transformação completa em um lobo se torna possível, cujo processo é chamado de evolução.

 Quem chega ao ponto da evolução é amplamente respeitado e reconhecido como sábio. Por exemplo: Talia Hale (Alicia Coppola), mãe de Derek Hale (Tyler Hoechlin), que conseguia assumir a forma completa de uma loba, chegou a ser considerada por muitos uma conselheira.

 Outras formas um pouco incomuns são o que acontece com Peter Hale (Ian Bohen) na primeira temporada. Embora completamente transformado, ele tem características bastante singulares, como tamanho e habilidades bastante superiores às de um lobisomem comum. Aiden e Ethan (Max e Charlie Carver) que podem se transformar na forma comum, mas também, por serem gêmeos, podem se unir formando um Alfa gigante com poder muito maior. E Deucalion (Gideon Emery) se transforma numa forma diferente e bem mais deformada, por ter matado seu próprio bando e uma série de outros lobisomens em busca de poder. Ou seja, há um pequeno leque de variações quando falamos em transformações.

Habilidades

 Mesmo em forma humana, um lobisomem tem seus sentidos aguçados. Como comentado acima, ele pode desenvolver características animais que lhe serão úteis como: garras e presas. Os olhos lhe permitem ver não só de forma mais eficaz, mas também algumas coisas que estariam em domínio sobrenatural, se tornando invisíveis aos olhos humanos. Como exemplo podemos citar Scott, que quando aguça a visão, pode ver o espírito de raposa de Kira Yukimura (Arden Cho) como uma espécie de aura.

 A cura acelerada também é um fator marcante. Curiosamente, um fator que leva Scott a não ter mais ataques de asma por um bom tempo. Ainda sobre cura, embora não seja capaz de curar outra pessoa, um lobisomem pode aliviar a dor física sentida por humanos e animais que têm parentesco com o lobo, como o cachorro. Além disso, a cura acelerada impede que bebidas alcoólicas causem efeitos de embriaguez.

 A cura também pode estar relacionada a retardação do envelhecimento. Peter nunca diz a própria idade, mas declara que não é tão jovem quando aparenta ser. Satomi Ito (Lily Mariye), Alfa do bando de Brett Talbot (Cody Saintgnue), mantém a mesma aparência física por décadas. Podemos observar isso quando Noshiko Yukimura (Tamlyn Tomita) fala sobre o Nogitsune no episódio 21 da terceira temporada, intitulado “The Fox and the Wolf” (A Raposa e o Lobo). Nele, Satomi aparece e notamos que sua aparência é a mesma.

 Outra habilidade bastante interessante é a de acessar memórias de outros. Cravando as garras na nuca de alguém, um lobisomem pode acessar suas memórias, transferir memórias pessoais para o outro indivíduo ou roubar as memórias dele. Vemos isso acontecer mais de uma vez na série.

 Algo interessante é: as memórias não estão necessariamente ligadas à pessoa, mas sim às garras. Isso é comprovado quando Peter pega as garras de Talia – já morta – e pede que Derek as use para que ele restaure memórias que lhe foram roubadas por sua irmã.

 O uivo, no caso de um lobo, serve para que ele indique sua posição para a alcateia. Em Teen Wolf essa característica é representada por um rugido. Ele pode intimidar outros animais e no caso de um Alfa, impor respeito sobre Betas e Ômegas. Por meio dele também é possível que um Alfa obrigue um lobisomem inferior a se transformar ou assumir forma humana.

 O olfato apurado permite que, além de sentirem cheiros vindos de longe, de objetos específicos ou de pessoas, o lobisomem possa identificar os sentimentos de outra pessoa por meio do cheiro que seu corpo libera. Porém, lobisomens podem aprender a controlar os odores liberados pelo seu próprio corpo, a fim de não serem identificados por outros.

 A audição capacita a manutenção dos batimentos cardíacos de outros. Assim, é possível que um lobisomem saiba quando alguém está mentindo ou falando a verdade pela frequência cardíaca da pessoa. Mas também é possível que eles mesmos controlem seus próprios batimentos para que outros não saibam distinguir a veracidade de suas afirmações.

 Transformação

 Na série são citadas três maneiras de alguém ser transformado em um lobisomem:

  1. A mordida. Forma clássica de se transformar um humano. Porém, diferente do que muitos pensariam. Não são todos os lobisomens que têm a capacidade de transformar alguém. Apenas os Alfas, líderes das alcateias, têm poder o suficiente para isso.
  2. Ferimentos. Após sofrer um ataque que não resulte em morte, uma pessoa pode se transformar se os ferimentos causados pelas garras forem profundos o bastante para que isso se torne possível. Foi o que aconteceu com Kate Argent (Jill Wagner) quando Peter acredita matá-la na casa da família Hale.
  3. Beber a água da pegada de um lobisomem. Esse tipo de transformação ainda não aconteceu na série, ou não foi contado como sendo o motivo da transformação de alguém.

 A única forma de se livrar da maldição seria que a pessoa matasse o Alfa responsável pela sua transformação. Isso quase acontece com Scott, se não fosse por Derek ter matado o tio e ter se tornado o Alfa em seu lugar. Daí em diante, não há mais possibilidade de retorno.

 Embora mitologicamente a mordida de um lobisomem obrigatoriamente transforme humanos em lobisomens, na série, a mordida de Peter Hale em Lydia Martin (Holland Roden) e depois a de Derek em Jackson Whittemore (Colton Haynes) acaba por transformá-los em seres diferentes. Teremos outros posts específicos sobre cada uma dessas criaturas, mas vale ressaltar que o motivo usado para explicar uma transformação diferente seria a personalidade da pessoa ou, uma ligação com o sobrenatural que foi despertada pela mordida.

 No entanto, nem todas as mordidas são efetivas. Visto que o corpo humano recebe as reações da transformação como um veneno, às vezes, a forma como o organismo reage pode levar à morte. Isso é o que acontece com Paige (Madison McLaughlin), primeira namorada de Derek, cujo organismo reage de forma negativa à mordida, causando sua morte.

 Hierarquia

 Existem três tipos de lobisomens:

  • Alfas

 São os mais poderosos e líderes da alcateia. Como comentado, somente um Alfa tem o poder de transformar humanos em lobisomens. Existem três tipos de Alfas. 1 – Alfa comum, que se torna Alfa roubando o poder de outro por matá-lo. 2 -Alfa Genuíno, que se torna Alfa pela própria força de vontade e mérito, sem a necessidade de roubar o poder de outro. 3 – Alfa por sucessão, quando o indivíduo se torna Alfa após a morte dos pais, sendo ele filho único ou o mais velho, herdará o poder por hereditariedade. Essa terceira forma, mesmo não confirmada, fica subentendida quando Peter mata Laura Hale que seria a irmã mais velha de Derek. Embora cada indivíduo tenha poder em base pessoal, por fazerem parte de uma alcateia, cada membro é favorecido se tornando mais forte. No entanto, o Alfa é o maior beneficiado nesse aspecto, pois sendo líder e naturalmente mais forte, seus poderes se tornam bem maiores devido ao seu bando e, da mesma forma, quando um Beta morre, o Alfa pode sentir isso pela perda de poder. Uma vantagem que os Alfas têm é que os ferimentos que eles causam aos Betas e Ômegas não podem ser curados tão rápido. Os Alfas têm olhos vermelhos e sua posição como líder pode ser reconhecida mesmo por quem não faz parte de sua alcateia. Podemos citar entre alguns Alfas: Scott McCall (Alfa Genuíno), Peter Hale, Derek Hale (só por um período, porém), Deucalion, Aiden, Ethan, Kali (Felisha Terrell), Ennis (Brian Patrick) e Satomi Ito.

  • Betas

 O tipo mais comum de lobisomem, vindo em sequência do Alfa na hierarquia da alcateia e também em poder. Também se tornam mais fortes quando pertencem a uma alcateia, embora sempre estejam sujeitos à liderança do Alfa. Seus olhos são amarelos. Exemplos de Betas: Isaac Lahey (Daniel Sharman), Liam Dunbar (Dylan Sprayberry), Theo Raeken (Cody Christian), Malia Tate/Hale (Shelley Hennig) (Coiote), Brett Talbot, Cora Hale (Adelaide Kane), Vernon Boyd (Sinqua Walls) e Erica Reyes (Gage Golightly).

  • Ômegas

São os últimos na hierarquia do bando. Um Ômega é um lobo solitário, por isso, se torna fraco em comparação aos demais. Isso o faz um alvo fácil para outros lobisomens e também para caçadores. Quando faz parte de um bando, normalmente é tratado com desprezo. Aiden e Ethan já foram Ômegas segundo eles mesmos comentam.

 Cor do olhos

 Existem três cores para os olhos de um lobisomem. Cada um delas tem um significado:

  •  Vermelho: Alfa. Essa cor é apenas para Alfas, independentemente de se tratar de um Alfa Genuíno ou um Alfa comum.
  • Amarelo: Beta ou Ômega. Nesse caso, é como um indicativo de que o indivíduo não é um Alfa, basicamente. Portanto, apenas pela cor dos olhos não é possível distinguir entre os dois tipos.
  • Azul: Indica que o lobisomem é responsável pela morte de um inocente e carregará a culpa pelo resto de sua vida. Porém, apenas Betas ou Ômegas podem ter olhos azuis. Um Alfa, mesmo que culpado pela morte de um inocente, continua tendo seus olhos na cor vermelha.

Alcateias/Bandos

TEEN WOLF

 O bando é sempre liderado por um Alfa, não importa tratar-se de um homem ou uma mulher. O número mínimo de indivíduos em uma alcateia é quatro, mas quanto maior a alcateia, maior o poder de seus membros.

 Geralmente um bando é formado por um Alfa e seus Betas ou Ômegas. Porém, é possível formar uma alcateia somente com Alfas, como vemos na terceira temporada. Neste caso, a liderança não é dividida, cabendo ao mais forte do grupo tomar a dianteira.

 E um bando também pode ser formado por seres diferentes. É o caso de Scott e seu bando. Nele temos lobisomens como Scott e Liam, Stiles (Dylan O’Brien) que é humano, Lydia, uma Banshee, Kira, uma Kitsune do trovão e Malia que é uma coiote.

 O Alfa tem um conexão psíquica com os Betas. Scott podia sonhar e ver os ataques que Peter realizou durante a primeira temporada. Como mencionado, o Alfa também pode sentir o que acontece com seus Betas, como no caso de algum deles morrer.

 Um Beta que mata seu próprio Alfa, assume o posto dele como líder da alcateia por roubar seu poder e tornar-se Alfa em seu lugar. Um Alfa também pode matar seus próprios Betas. Isso não o prejudicaria, pois, ao invés de simplesmente enfraquecer, ele toma para si o poder do Beta morto.

Fraquezas

 Embora superiores aos humanos, lobisomens também têm suas fraquezas, segundo a regras do sobrenatural que mantêm o equilíbrio. Eventos ou objetos com propriedades especiais podem oferecer perigo.

 Acônito

 Antes de tudo queremos avisar que, na vida real, o acônito é uma planta venenosa. Embora os efeitos demonstrados na série sejam fictícios, eles fazem alusão aos efeitos reais que o veneno presente na planta pode causar. Portanto, mesmo que você saiba onde encontrar a planta ou goste dela por causa da série, muito cuidado. Jamais inale ou coma acônito. Até mesmo tocar a flor pode ser perigoso, pois isso poderia matá-lo.

 Voltando à mitologia. Acônito é uma planta venenosa para as criaturas que aparecem na série. Usada como armadilha para caçar animais predadores, a planta é de extrema importância e suas propriedades são bem conhecidas no mundo sobrenatural. Até o momento tivemos referências a duas espécies dessa planta: o Acônito Nórdico Azul (usado em balas envenenadas) e, o “Aconitum Anthora” (o amarelo) que não tem nome popular para o português, mas em inglês é chamado “Yellow Monkshood”.

 Os efeitos que o acônito pode causar são diversos:

  • Perda do controle da transformação. Dependendo da situação, o acônito pode forçar a transformação de um lobisomem (como acontece com Laura Hale, presa na forma de loba, e Scott, quando Stiles carrega o acônito para dentro do jipe), ou impedir que a transformação ocorra (quando Derek é baleado por Kate, além de seu organismo começar a entrar em colapso, ele não consegue se transformar).
  • Perda das habilidades. Em outros casos é possível observar que quando sob os efeitos nocivos da planta, um lobisomem não consegue usar suas habilidades. Visto que seu processo natural de cura não funciona, aos poucos ele também perde a sensibilidade da visão, olfato, audição e etc.
  • Inconsciência e alucinações. Após inalar o veneno da planta, lobisomens podem aos poucos ter alucinações, como o que acontece no episódio Motel California, onde Boyd, Ethan e Scott quase se suicidam após inalarem durante o dia o pó de acônito colocado no apito do treinador Bobby Finstock (Orny Adams). Além disso, a inalação pode levar ao estado de inconsciência, como quando Lydia – controlada por Peter – usa pó de acônito para deixar Derek inconsciente para mais tarde realizar o ritual da Lua dos Vermes.
  • Cura. Embora seus efeitos sejam em grande parte nocivos, a planta também tem propriedades curativas em algumas situações. Quando um lobisomem é alvejado por um projétil envenenado com acônito, o mesmo componente usado nela deve ser colocado sobre a ferida para reverter os efeitos.

 Eclipse Lunar

Eclipe lunar

 Durante um eclipse lunar, um lobisomem perde totalmente o seu poder. Assim como na lua cheia ele pode senti-lo crescendo gradativamente, durante um eclipse lunar, ele pode sentir seu poder diminuindo até que a lua seja totalmente coberta pela sombra do planeta. Neste momento, mesmo pelos poucos minutos em que a lua é totalmente coberta, o lobisomem é incapaz de usar suas habilidades se tornando vulnerável.

 Lua Cheia, Superlua ou Lua de Sangue

 Os três termos se referem a tipos diferentes de lua cheia. Durante a lua cheia comum, o poder de qualquer lobisomem cresce, assim como na Superlua, que se refere a segunda lua cheia que ocorre em um único mês. Nesse caso, essa fase da lua poderia ser uma fraqueza caso um lobisomem ainda não soubesse controlar a transformação ou seus instintos, algo que vemos muito quando surge um novo Beta.

 Na Superlua, a distância do satélite com relação ao planeta diminui, dando a impressão de que a lua está maior. O princípio é basicamente o mesmo de uma lua cheia.

 No caso da Lua de Sangue, o termo se refere a um eclipse lunar total que ocorre durante uma Superlua e, pela ausência de luz solar (óbvio) a lua assume uma coloração vermelha. A Lua de Sangue tem vários significados religiosos para várias sociedades, assim sendo, ela também assume um propósito nos contos de lobisomens. Se tratando de um tipo extremamente raro de lua cheia, a agressividade que essa fase da lua causa se torna ainda maior e o desejo de matar é incontrolável. Desse modo, eles não são capazes de lembrar o que acontece durante a noite por perderem a racionalidade.

 Prata

Bala de prata

Bala de prata feita por Allison Argent

 Um fato bem conhecido é que a prata é bastante efetiva contra lobisomens. De fato isso acontece. Se uma bala de prata, assim como um bala envenenada com acônito, atinge um órgão vital ou se aloja numa parte específica do corpo, a morte é basicamente certa.

 Tramazeira

Tramazeira

 Uma espécie de árvore considerada sagrada pelos druidas por crerem ter propriedades especiais. E sim, a tramazeira contém efeitos contra qualquer tipo de criatura mitológica ou sobrenatural. Objetos feitos de tramazeira não podem ser tocados e, caso contrário, seu poder repele qualquer ser sobrenatural que o toque.

 Ambientes feitos de tramazeira, como o piso secreto da Eichen House, anulam completamente as habilidades de todos esse tipos de seres. Motivo pelo qual a tal sessão secreta da Eichen House seja feita toda de tramazeira.

 O pó de tramazeira tem a propriedade de criar escudos que permitem apenas a passagem de seres comuns. O toque, além de repelir, pode causar dor física. E como no caso de objetos feitos de tramazeira, tocar um escudo de tramazeira na tentativa de atravessá-lo oferece um enorme risco à vida.

 Eletricidade

Aiden and Ethan electrocuted

 Grandes correntes de eletricidade são capazes de impedir a transformação, causando muita dor e, se persiste por muito tempo, levam um lobisomem à morte.

 Pedra da Lua

Pedra da Lua

Exemplo de Pedra da Lua

 Pedra da Lua é um mineral composto de feldspato alcalino. A Pedra da Lua pode fazer com que um lobisomem tenha tolerância aos efeitos da lua cheia. Porém, após ser usada diversas vezes, os efeitos colaterais podem ser bem ruins. Quando Boyd, Erica e Cora foram presos no cofre do banco, cujas paredes eram compostas desse mineral, a agressividade deles e o desejo de matar atingiram níveis bem maiores quando a luz lunar os atingiu. Um efeito bem diferente dos que seriam causados se o ciclo comum da transformação pela exposição à lua cheia não tivesse sido alterado.

 Dor

 A dor física também se torna uma fraqueza, já que muitas vezes impede que um lobisomem se transforme ou, assuma a forma humana imediatamente após um evento abrupto que cause muita dor.

 Inconsciência

 A inconsciência pode ser classificada como fraqueza por pelo menos um motivo. Quando um lobisomem ferido está inconsciente, seus poderes de cura não funcionam.

Coiote/Werecoyote

 O Coiote (Werecoyote em inglês) nada mais é do que uma variação de lobisomem. Malia é a única a aparecer até o momento tendo essas características. Sua mãe provavelmente seja uma coiote, mesmo sendo chamada de “Loba do Deserto”, porque dois lobos não gerariam uma espécie diferente. Mas, precisamos aguardar a parte B da quinta temporada para mais detalhes.

 Ainda sobre o coiote, as regras que se aplicam a essa espécie são basicamente as mesmas das aplicadas a um lobisomem. Caso haja alguma diferença além da aparência, teremos que esperar para ver.


Pessoal!!! Esperamos que tenham curtido muito esse post.

 Sabemos que nem sempre é fácil ter tempo ou disposição para pesquisar sobre assuntos como esse, então procuramos trazer várias informações aqui. Claro que não era possível colocar todos os detalhes. E sim! Deu um mega trabalho pesquisar sobre tudo, mas conhecimento sempre é bom!

 Uma história bem conhecida sobre lobisomens é:

 A Besta de Gevaudan ou La Bête Du Gévaudan

 Lembrando que ela está relacionada aos acontecimentos principais de Teen Wolf na ‘Season 5B’. Mas qual será a história por trás dessa criatura? Será mesmo que existiu uma espécie de besta em Gévaudan? Talvez vocês descubram logo.

 E assim iniciamos nossa “Semana Teen Wolf”! Esperamos que estejam curtindo e fiquem espertos, pois teremos muito mais! Até a próxima galera e um aviso:

 “Watch your back. You never know what creatures are lurking out there in the dark.”

Anúncios

16 comentários sobre “A Mitologia de Teen Wolf: Lobisomem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s