A Mitologia de Teen Wolf: A Besta de Gévaudan.

Fala povo!

 Voltamos com mais um post da série “A Mitologia de Teen Wolf” para continuarmos nossa conversa sobre Lobisomens! E como havia sido comentado no primeiro post (se você ainda não leu, clique aqui), dessa vez vamos falar de um novo lobisomem que aparecerá na ‘Season 5B’.

 Quem é essa coisa linda de mamãe?

A Besta de Gévaudan

 Como se trata de uma criatura relativamente nova na série (relativamente porque é um lobisomem, porém, diferente) os detalhes que sabemos a respeito dela em Teen Wolf são pouquíssimos. Por isso, não vamos arriscar muitos palpites por aqui.

 Mas se não vai palpitar, não vai criar teoria, vai fazer o que dessa vida então? Voltemos no tempo para explorarmos melhor a origem dessa história.

 Gévaudan é uma região do Sul da França. Nessa região, era bem conhecido pela população que os ataques de lobos a rebanhos eram comuns e frequentes.

Ataques e Mortes

 Mas no século XVIII, em 30 de junho de 1764, Jeanne Boulet, uma jovem de 14 anos é encontrada morta com marcas de arranhões e mordidas. Poderia parecer mais um caso comum de ataques de animais, entretanto, os lobos não costumavam atacar as pessoas, apenas os animais do rebanho e, esse era o primeiro registro de morte desse tipo.

 Outro fator é que, segundo relatos, o corpo da jovem foi encontrado mutilado violentamente e seu coração havia sido devorado.

 A partir de então, várias outras mortes passaram a ocorrer. Não é possível saber com exatidão o número de vítimas. Enquanto algumas fontes estimavam no máximo 100, outras falavam em 200. Mesmo assim, podemos ter uma visão clara de que são números muito altos se tratando de um animal só, levando em conta que o padrão dos ataques era sempre o mesmo. Corpos parcialmente devorados, marcas de garras e mordidas que indicam extrema violência.

Descrição da criatura

Gevaudanwolf

Gravura representando o lobo

  De início, a única forma de saber qual era a aparência da criatura seria analisando seus ataques por meio dos cadáveres encontrados. Mas isso começou a mudar quando algumas pessoas conseguiram escapar de ataques, afirmando se tratar de um lobo enorme, muito maior que o normal.

 O número de ataques crescia e parecia espantoso demais para serem realizados por um único animal. De fato, muitos passaram a suspeitar que poderia haver mais de um único lobo desse tamanho, talvez até uma alcateia.

 Relatos assim ganharam mais força quando dois boatos de ataques eram contados por testemunhas que estavam ao mesmo tempo em lugares completamente diferentes. Outros acreditavam ter visto um homem desconhecido acompanhando a criatura e indicando quem ela deveria atacar.

 Desse modo, as histórias a respeito do animal começaram a ganhar outro aspecto.

Surge um Lobisomem em Gévaudan

Gevaudan 5

 Não parecia normal um animal comum conseguir matar tantas pessoas seguindo uma espécie de padrão. Assim, muitos passaram a acreditar que não haveria chance de se tratar de um lobo qualquer.

 Como modo de defesa. Muito se aventuravam pela floresta em busca da criatura. Caçadores também buscavam matar a fera para que a paz fosse restaurada. Porém, os rastros se perdiam, armadilhas nunca davam certo e mesmo se tratando de um animal de porte grande, ele conseguia fugir com muita rapidez e eficácia.

 Quem conseguia dar de cara com o lobo e atirar contava que mesmo o atingindo com diversos projéteis, nenhum era capaz de derrubá-lo. E os relatos apenas aumentaram a crença num lobisomem rondando Gévaudan.

O Rei Responde aos Apelos do Povo

 Muitos boatos sempre chegavam aos ouvidos do rei e, nesse caso não foi diferente. Luis XV se viu obrigado a responder os insistentes pedidos de ajuda dos camponeses, mesmo estando concentrado nas guerras entre as colônias da América e a Inglaterra. Com isso, foi organizada uma grande caçada e Luis XV ofereceu uma grande recompensa para quem conseguisse matar a fera, fazendo com que caçadores de muitas regiões aparecessem em Gévaudan.

A suposta “Besta” é morta

Escultura

Escultura representando a morte da Besta de Gévaudan

 Finalmente em 21 de setembro de 1765, mais de um ano depois do início dos ataques, Antoine de Beauterne consegue abater o animal. Ele era um famoso taxidermista parisiense que havia caçado em diversas partes do mundo.

 A tal criatura era um lobo espantosamente grande. Tinha 1,83 de comprimento e 87 centímetros de altura, pesando 90 quilos. Assim, se tornando facilmente maior que muitas pessoas.

 O homem levou o animal morto até o rei, mas seus métodos de conservação não foram o suficiente para manter o corpo do lobo em bom estado. Tudo o que sobrou foram dentes, orelhas e rabo, sendo o resto queimado e enterrado ao redor do vilarejo.

 Mesmo assim, Antoine foi recebido como herói e se tornou muito rico e famoso.

Novos Ataques

la bete du gevaudan

 Passou-se pouco mais de um ano após a morte do grande lobo. Parecia certo que não haveriam mais preocupações desse tipo. Até que na primavera de 1967 duas crianças desapareceram e o corpo de uma mulher foi encontrado sem cabeça.

 Antoine foi chamado, mas dessa vez, segundo suas análises, os ataques estariam sendo realizados por um homem. Alimentando novamente os boatos sobre um lobisomem.

  Mas em 19 de junho de 1967, Jean Chastel matou a criatura, dizendo ter usado uma bala de prata benzida por um padre (o que originou a história de que lobisomens só podem ser mortos com prata). Quando encontraram restos humanos no estômago do animal, Chastel se tornou famoso pelo feito. Mas novamente, os métodos de conservação não foram de ajuda e os restos da segunda criatura foram queimados.

A Farsa

 Porém, o animal que Chastel matou era diferente. Em 1979 foram encontradas algumas partes da fera que foi morta por ele e constatado que se tratava de uma hiena. Essa espécie específica vivia nas regiões do Norte da África, Oriente Médio e parte da Ásia.

 Com isso, em 2009 o History Channel exibiu um programa chamado “The Real Wolfman”, investigando cuidadosamente o caso de Chastel.

 Visto que se tratava de uma hiena, o animal poderia ter sido solto na floresta após ser recusado no zoológico ou, rumores indicam que o pai de Chastel possuía uma Hiena. Esse rumor leva pesquisadores a levantarem a hipótese de Chastel ter usado esse animal para instigar os boatos sobre um lobisomem e depois se auto-promover.

 Assim sendo, isso coloca em questão quem seria o autor da segunda leva de ataques, sendo Chastel o mais óbvio. Testes foram realizados com atiradores profissionais usando balas de prata. O resultado mostrou que o projétil tem poder destrutivo bem menor que um projétil comum e é menos certeiro, tornando improvável que Chastel, conforme havia relatado, atingisse o animal com um único tiro no coração.

 Mas tratam-se apenas de hipóteses e a história comprova que as mortes são reais e foram causadas por feras.

A Besta de Gévaudan em Teen Wolf

Besta claws

Além da silhueta (imagem no topo do post) as garras são outro detalhe até agora revelado

 E o tal lobisomem famoso terá participação especial em Teen Wolf. Como muitos comentaram e realmente faz sentido, ‘La Bête’ parece se tratar do êxito falado pelos Dread Doctors, que após várias tentativas usando as Quimeras, podem ter seus planos em ação definitivamente.

 Não sabemos qual o objetivo desses novos vilões, mas se realmente foram eles os responsáveis pela Besta de Gévaudan, aguardem grandes revelações nos dez episódios que teremos até o fim da temporada.

Parede Besta vs cão

Luta entre o Hellhound (Cão do Inferno) e La Bête

 A pintura que vimos na parede mostra que tanto essa criatura como o Hellhound terão um momento épico e importante. Vale ressaltar que o Hellhound é o policial Parrish, então para aqueles que esperavam mais foco nele, podem aguardar! E realmente vai ser muito interessante entender mais sobre as duas criaturas.

Colar Allison

Colar que Allison Argent recebe da tia Kate Argent (Jill Wagner) na primeira temporada

 Logo na primeira temporada descobrimos que a origem da familia Argent está relacionada com a Besta de Gévaudan. Allison (Crystal Reed) conta um pequeno trecho de sua pesquisa para Lydia (Holland Roden), falando sobre o que descobriu a respeito dos Argents, mas não vimos o assunto ser aprofundado até agora.

La Bete picture

Gravura encontrada por Allison durante sua pesquisa

 O aparecimento desse novo lobisomem justifica o retorno de Chris (J. R. Bourne) e Gerard (Michael Hogan) à Beacon Hills. Provavelmente eles serão de ajuda e ganharão relativa importância na temporada, além de contarem em mais detalhes a relação entre os Argents e Lá Bête.


 

 Então é isso galera. E a nova temporada está chegando!!!

 Depois de meses esperando nem parece que estamos a menos de uma semana da estreia. Uivem Wolfies!!! E lembrem-se:

“Watch your back. You never know what creatures are lurking out there in the dark.”

 

Anúncios

9 comentários sobre “A Mitologia de Teen Wolf: A Besta de Gévaudan.

      • Bipolaridades disse:

        Quando fiz a pesquisa – até pouco tempo atrás inclusive fiz uma releitura de certas fontes – se trata de uma mulher mesmo.
        Não se trata de Chastel e a Besta. É uma escultura que homenageia a lenda, mostrando uma mulher se defendendo do ataque. O objetivo não é ser literalmente fiel, só relembrar mesmo rsrs
        – Ands

        Curtir

  1. justineannelobo disse:

    A Besta de Gévaudan agora vai ficar mainstream rs… Bom, brincadeiras a parte, eu descobri sobre estes casos da França durante pesquisas na internet. Foi por acaso. Foi um assunto que me fascinou, e por isso decidi criar uma história baseada nisso. Se quiserem conferir, aqui está o link. https://fanfiction.com.br/historia/689695/Gevaudan/ E acesse o meu blog, que é Contos da garota de casaco preto! Lá tem um cordel sobre lobisomens, que tbm é da minha autoria! Ah, e sobre a escultura ser um homem ou mulher, tenho dois palpites: um, como alguém acima falou, representa um homem da época. O ou outro é que pode ser de fato uma mulher, já que as mulheres foram a maioria das vítimas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s